Lançamento

O mais tardar do amanhã

“A vida é agradável, claro que não é o ideal. A morte deve ser pacifica, serena e tranquila. O que incomoda é o medo do desconhecido. A ideia de deixar de existir não é fácil. Essa transição, entre a vida e a morte, é de cortar o coração de um bom vivente que se recusa a partir.”