Visões de João Manoel: a dupla imagem da poesia

Difícil fotografar o silêncio… é indeterminado, é de todos, é para todos. Um espaço comum e individual. Amplo e restrito. Para João Manoel ou para o infinito. É o diálogo entre a imagem e a palavra. Nas fotografias que acompanham os poemas a interação do homem e de sua obra.

Compartilhe

Lembrando Manoel de Barros — Visões de João Manoel dá forma ao silêncio e as cores. Aliás, volta-se para si próprio, e toma a linguagem como arte, e, se desabrocha em flores e em pássaros.

É conversar de si, consigo. A poesia fala de si, de suas interiorizações com João e Manoel.

João fala com Manoel e criam o João Manoel. Na verdade se entrelaçam, caminham juntos, não antes de revisitar caminhos percorridos por Euclides, Borges, Marguerite e Guimarães Rosa.

João Manoel é seu próprio mestre, nega a interferência e abraça o mistério.

O livro digital está à venda nas seguintes lojas:

Amazon • Apple • Kobo • Livraria Cultura • Google Play • Barnes & Noble • Wook • Casa del Libro • Tagusbooks • Scribd

Informações técnicas sobre a obra

Editorial: Juliana Teixeira, Neilton Lima e Rodrigo Oliveira
Capa: Daniel Márcio – Adaptação ePub: Neilton Lima
Imagens: João Evangelista Rodrigues
Revisão: Soul Editorial
Desenvolvimento de eBook: Neilton Lima

Detalhes do produto

Edição: 1ª (maio de 2021)
Idioma: Português
ISBN-digital: 978-65-89587-09-5
Dados do produto:  ePUB ; 14 MB

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Visões de João Manoel: a dupla imagem da poesia”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *